Amamentação na Primeira Hora de Vida do Bebê

Alterações nas mamas durante a Gestação

Durante a gestação acontecem inúmeras alterações no nosso corpo para o estabelecimento da Amamentação. Ainda no início da gestação, quando nem confirmamos com exames se estamos gestantes, já são visíveis algumas mudanças na aparência dos seios. Eles podem ficar maiores, mais pesados e doloridos, a cor dos mamilos e da aréola ficam mais escuras, observamos mais vasos sanguíneos e algumas “bolinhas” salientes em volta dos mamilos.

               Tubérculos de Montgomery

Essas ditas “bolinhas” ao redor dos mamilos são os Tubérculos de Montgomery, glândulas produtoras de gorduras, que servem para lubrificar e manter a aréola mais hidratada e resistente. A aréola fica mais visível, formando um círculo ao redor dos mamilos, onde ocorre espessamento da pele, conferindo maior resistência ao atrito e, depois do parto, às mamadas frequentes do bebê.

Todas essas adaptações das mamas servem para preparar o nosso corpo para a amamentação, alguns hormônios são produzidos no corpo da gestante (estrogênios e progesterona) e são responsáveis por esse aumento do volume e tamanho percebido pelas grávidas. Isso não quer dizer que devem ficar necessariamente grandes, mas mesmo quem possui seios menores, percebe algum aumento nas mamas. 

A importância do contato pele a pele após o nascimento

Após o nascimento, é fundamental o contato pele a pele mãe e bebê “imediatamente após o parto por no mínimo uma hora e encorajar as mães a reconhecer quando seus recém-nascidos estão prontos para serem amamentados, oferecendo ajuda se necessário” ¹. Ele pode ser suavemente secado em seu colo e receber a primeira avaliação ali mesmo, e em caso de necessidade, ser retirado para receber os cuidados necessários e retornar em seguida. 

A amamentação nessa primeira hora de vida intensifica a formação de laços afetivos entre mãe e filho, viabiliza a colonização da pele do recém-nascido pela microbiota (bactérias boas) da mãe e promove o início do ato de amamentar, momento de suma importância para vocês.

 

Contato pele a pele logo após o nascimento

Esse contato com o mamilo promove estímulo a uma glândula chamada de Hipotálamo, desencadeando a chamada Lactogênese (início da produção de leite materno), com liberação dos hormônios da amamentação (prolactina e ocitocina). Na primeira mamada, ocorre também a saída do primeiro leite (o colostro), amarelado ou transparente, rico em proteínas e  anticorpos, que vai proteger o bebê contra infecções, especialmente o sistema digestivo e intestinal do recém-nascido.

A maioria dos bebês saudáveis nascem alertas, especialmente para esse momento. Converse com a equipe do hospital que você vai ter seu bebê e saiba se eles respeitam essa primeira hora e se praticam o alojamento conjunto, onde os bebês saudáveis não se separam da mãe para nenhum tipo de procedimento que possa esperar o estabelecimento desse começo da amamentação e de vida do seu filho. É direito seu e do seu bebê permanecerem juntos durante toda a permanência no hospital.

1. Ministério da Saúde, 2008.

Escrito por Joana Carvalho, Mãe de Rosa – 6 anos, Enfermeira Obstetra do Luminar.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *