‘Estar sempre com os filhos não é o melhor para os filhos’, afirma psicanalista

Vera Iaconelli – Foto: Reprodução fime “O Começo da vida”

Basta olhar para uma mãe prestes a voltar ao trabalho, às vésperas do fim de sua licença-maternidade, ou para aquela que já voltou à rotina: sempre há uma sombra de dúvida pairando sobre seus olhos. Se você pudesse ouvir seus pensamentos, seria algo como: ‘será que fiz a escolha certa ao voltar ao trabalho/ao desistir da vida profissional/ao adotar o home office/ao manter o mesmo ritmo de antes do meu filho nascer?’.

Vida profissional e maternidade estão sempre em uma queda de braço e o equilíbrio, muitas vezes, parece algo difícil de ser atingido. “A infelicidade não vem do fato de a ‘conta não fechar’, porque ela não fecha nunca, mas de supormos que deveríamos conseguir conciliar estas escolhas sem perdas.

Acostumemos ou façamos outras escolhas, com outras perdas”, afirma Vera Iaconelli, psicanalista, diretora do Instituto Gerar, que abre o primeiro debate de uma série de encontros mensais promovidos na Roda de Encontros Matutaí, na Livraria da Vila, em São Paulo, até dezembro. Vera falou sobre o “presente de estar presente” e conversou com o blog um pouco antes de sua palestra.

Veja a entrevista completa no Blog de Rita Lisauskas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *